Equipamentos e ReviewsVestuário

Parkha Andes da Trilhas & Rumos

Na última viagem que fizemos na Bolívia usamos esse anorak que é atualmente o modelo mais robusto da Trilhas & Rumos e o único modelo respirável. Em 2009 quando eu fiz algumas montanhas na Bolívia e a trilha de Salkantay no Peru eu fiz com um Abrigo Parkha, uma linha de ótimo custo-benefício e que ainda é meu anorak para uso nas montanhas e travessias brasileiras até hoje – tenho ele desde 2007. Baseado nesta experiência positiva eu e a Elque optamos por usar casacos do mesmo fabricante, porém na versão mais técnica disponível pela marca até agora. O motivo da troca foi a capacidade de respiração do tecido e outros pontos que mostrarei a seguir.

Parka Andes Trilhas e Rumos

A Parkha Andes é um anorak impermeável (coluna de 3000mm) e respirável (3000mm/24h), com pontos reflexivos para facilitar a visualização durante o uso noturno (na cabeça, peito, braços, e atrás na linha de cintura), forro interno (colete sem mangas) de fleece (200g/ m2) destacável, acolchoamento interno, extensores nas mangas para evitar que elas subam e exponham alguma parte dos pulsos ou mãos (bem como para evitar que as luvas desçam), capuz destacável, 4 bolsos frontais, um bolso interno fechado por zíper e dois bolsos telados sem fechamento, aberturas embaixo dos braços para ventilação, fita elástica na cintura para melhor isolamento térmico do tronco e ajustes na gola, punhos e capuz. Além destes itens, os puxadores de todos os zíperes externos (exceto o que remove o capuz) possuem fitas o que facilita seu uso quando as mãos estão com luvas.

Andes Trilhas e Rumos

Detalhes das fitas reflexivas na parte da frente da Parkha Andes

Todas as características técnicas da Andes nos agradaram bastante, usamos ela como nosso único anorak durante a viagem pela Bolívia em 2011. O fleece destacável me traz versatilidade por que eu posso remover o colete sem mangas e usar um outro fleece de manga comprida quando eu vou para alta montanha, ou até mesmo eliminar o fleece dependendo das condições de temperatura e previsão do tempo. Outro ponto muito positivo é a extensão das mangas que protege o pulso e evita que elas subam durante o uso da parkha.

Parka Andes

Detalhes da extensão de punho das mangas da Andes e bolso no braço

Como primeiro casaco de uma possível linha de anoraks impermeáveis e respiráveis a Trilhas & Rumos acertou bem na Andes, o acabamento e as funcionalidades do anorak o tornam uma boa opção para quem quer viajar para lugares mais frios – Europa, Estados Unidos, Canadá, etc – e até mesmo para quem pretende se aventurar por montanhas com até 6000 ou 6500 metros. Não aconselharia o uso da Andes para altitudes maiores do que 6500 metros, mesmo já tendo visto fotos na internet de pessoas usando anoraks mais simples no cume do Aconcágua – o que não é recomendável!! A partir dos 6500 metros dependendo da região e das temperaturas um casaco de penas de ganso seria o mais indicado. Com relação a indicação de uso, vale ressaltar que a Andes não é uma jaqueta para uso no Brasil, ela precisa de um clima bem frio para ser bem utilizada, para montanhas nacionais recomendamos um anorak mais leve que a Parkha Andes.

Outro ponto importante, e o único negativo na nossa opinião e na opinião de alguns amigos que possuem a Andes, é que ele é pesada e volumosa. São cerca de 1.7Kg… Esse seria o único detalhe que a T&R poderia rever neste anorak, redução de peso e volume! Temos fotos de alguns amigos e conhecidos em cumes dos Andes usando este anorak, mas também temos opiniões de que ela seria melhor para uso nos campos base – opiniões de quem tem e usa este anorak. Na nossa viagem a Andes foi muito bem tanto cidades situadas em 3600m quanto em montanhas com 5700m de altitude. Pernoitei em um acampamento de montanha aos 5300m e dormi bem com ela, a jaqueta não incomodou durante o sono e não senti frio. No dia seguinte fui até 5700m durante a madrugada numa caminhada de ataque ao cume e também não tive problemas.

Anorak Andes Trilhas e Rumos

Detalhes da cinta elástica interna que promove um isolamento térmico melhor do tronco

Algumas pessoas olham a Trilhas & Rumos com maus olhos, mas eu vou falar sinceramente o que eu acho da marca – e aliás é o mesmo que eu acho de muitas outras, inclusive as tops – toda marca tem bons e maus produtos, ou produtos que se adequam a um tipo de usuário iniciante e outros que são para usuários com um pouco mais de experiência. Uma coisa que eu gosto muito na Trilhas & Rumos e que eu costumo recomendar para quem vai mochilar ou trilhar por aí é justamente a linha de anoraks, principalmente os modelos mais robustos que estão logo abaixo da Andes, o excelente custo-benefício deles justifica a compra.

Parka Andes

Parka Andes em uso no Salar de Uyuni com a Elque

Anorak Andes no Huayna Potosi

Parkha Andes na base do Huayna Potosi na Bolívia

Vídeo Review da Parkha Andes

Um comentário: as extensões das mangas são feitas com a intenção de evitar que elas subam durante a movimentação. Mas se mostram muito eficientes para evitar que as luvas corram, principalmente quando as extensões são usadas por cima das camadas mais finas de luvas.

Avaliação da Parkha Andes da Trilhas e Rumos

Produto: Parkha Andes
Uso: Anorak respirável e impermeável para uso em locais muito frios, como montanhas com neve (até a faixa de uns 6500m) e ski
Fabricante: Trilhas & Rumos
Site da marca: Trilhas e Rumos

Ponto positivos: bom acabamento, ótimas funcionalidades (confira no texto acima), impermeável, respirável, fitas reflexivas, confortável.

Pontos negativos: Pesada e um pouco volumosa demais

Perfil de usuário: Usuário que irá viajar para locais frios, tanto para uso urbano quanto para uso outdoor – alta montanha (até 6000 ou 6500m) e ski – e também para as montanhas brasileiras mais altas, principalmente no inverno.

Comentários e Extras

No geral, fora o peso e o volume a Andes nos agradou muito. É um ótimo anorak de entrada para quem quer algo respirável e não quer gastar muito ou para quem irá viajar pela América do Sul, Europa ou América do Norte em períodos de inverno.

Para comprar a Parkha Andes:

Trekker, montanhista, mochileiro e ciclista. Pratica esportes outdoor desde 1990. Apaixonado por equipamentos, fotografia, viagens, cerveja e tecnologia.

You may also like

4 Comments

  1. Ótimo review … bom saber que temos Parkha confiáveis nacionais.

  2. São sim, Red. Em 2009 eu viajei com um Abrigo Parkha também da Trilhas e Rumos e foi tudo OK. Aliás esse é o anorak que uso aqui no Brasil nas travessias e afins. Este ano fomos com a Andes, mais “parruda” que o outro modelo que citei antes. Não passamos frio em momento algum.

  3. Ola boa tarde, esse anorak e bom para o pico da bandeira ?

    1. Sim Fábio, mas eu acho ele volumoso para esta situação. Porém se a questão é aquecimento ele vai te atender sem problema algum. Como você pode ver nos testes a temperatura na montanha estava na cada dos -10/-15ºC. Abraços.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *