Tutoriais e Técnica

Trilha – O que é indispensável na mochila??

Muita gente que está iniciando na prática do montanhismo costuma começar praticando trekking, ou percorrendo trilhas – chame como preferir. Em geral essas pessoas não sabem o que levar dentro das mochilas e nem sempre perguntam aos guias ou a praticantes mais experientes o que elas devem levar. Existem itens tão importantes quanto o lanche ou a água que serão consumidos durante a caminhada, mas que nem sempre são óbvios para todos os participantes.

Eu vou montar um resumo dos itens que eu considero importantes para qualquer caminhante que se aventure pelas nossas florestas e montanhas. Confira:

1. Anoraque: o anoraque é um casaco semelhante a uma capa de chuva e a sua função é proteger a pessoa do vento e da chuva – uma combinação perigosa que pode causar hipotermia em alguém que é pego de surpresa por um temporal no meio de uma aventura;

2. Água extra: leve sempre um pouco mais de água. Em geral eu costumo levar entre 1,5 Lts e 3 Lts de água dependendo da atividade;

3. Canivete: uma lâmina é sempre útil. Melhor ainda se for um canivete suíço com multi-funções;

4. Lanterna e pilhas (testadas): pode acontecer algum imprevisto e a trilha pode acabar no escuro, então não deixe de ter uma lanterna e pilhas na sua mochila. Melhor ainda se você tiver pilhas sobressalentes e até mesmo uma lâmpada de reserva;

5. Silver Tape e esparadrapo: esses são legais quando você não sabe se o seu calçado machuca em algum ponto. Se ele começar a incomodar não pense duas vezes, use o esparadrapo para proteger o ponto do pé onde o calçado está machucando; Já a Silver Tape serve para praticamente tudo: desde remendar emergencialmente uma barraca ou bota até reparar uma varreta quebrada da barraca. A Silver Tape é o “bombril outdoor”, tem 1001 utilidades.

6. Isqueiro/fósforos: se por algum motivo (frio, sinalização, alimentação) for necessário acender uma fogueira a tarefa será bem mais simples se você tiver um isqueiro ou fósforos por perto. No caso dos fósforos mantenha-os em um pote de rosca junto com a lixa da caixinha, assim você os mantém secos. Lembre-se que é proibido acender fogueiras nos parques nacionais brasileiros, só faça isso em situações de real necessidade e mesmo assim tome cuidado com a vegetação ao redor do fogo;

7. Kit de primeiros socorros: poucos carregam esse item e só dão conta dele quando precisam. Um bom kit pessoal de primeiros socorros deve ter ataduras, gaze, álcool iodado, tesoura pequena, pinça, esparadrapos, soro fisiológico e band-aids para pequenos curativos. Esse é um kit simples para trilhas de um dia no máximo e que não estão longe de áreas povoadas, para montanhas ou caminhadas maiores o kit aumenta, incluindo itens como por exemplo: anti-inflamatórios, anti-ácidos, anti-espasmódicos (para cólicas), anti-diarréicos, descongestionante nasal, analgésicos para dor e febre, comprimidos para náusea e vômitos e sprays para garganta irritada. Vale a pena juntar ao kit um protetor solar e um repelente de mosquitos;

8. Bússola, carta topográfica e/ou GPS: em algumas situações até pessoas experientes podem se perder, portanto ter uma bússola, uma carta topográfica do local e até mesmo um GPS pode ser fundamental. Agora, leve esses itens mas tenha certeza de que você é capaz de usá-los corretamente…

9. Apito: um ótimo item caso seja necessário se comunicar com outras pessoas que estão separadas do grupo ou mesmo solicitar socorro. O som produzido pelo apito atinge um raio bem abrangente;

10. Celular/rádio de comunicação: hoje em dia o celular tem cobertura em diversos pontos e em muitos casos funciona nas montanhas ou dentro das florestas. Ele ou um rádio de comunicação podem lhe salvar de problemas caso seja necessário chamar socorro;

11. Kit de costura com linha e agulhas: afinal de contas, você pode rasgar a sua roupa em um galho ou algo assim…

12. Boné e óculos escuros: Caminhar em campo aberto debaixo de sol não é nada agradável. Proteja seus olhos e a cabeça. Insolação é um problema tão sério quanto uma hipotermia.

Esses itens são pequenos e com exceção do anoraque (dependendo do modelo do seu anoraque) eles ocupam pouco espaço na mochila e levá-los pode fazer muita diferença durante a sua aventura.

Trekker, montanhista, mochileiro e ciclista. Pratica esportes outdoor desde 1990. Apaixonado por equipamentos, fotografia, viagens, ciclismo, cerveja e tecnologia.

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.