Barracas e RedesEquipamentos e Reviews

Barraca Everest 1 da Guepardo

A Everest 1 é uma das mais novas barracas da Guepardo. Fechada e bem dobrada a Everest se mostra uma barraca compacta e fácil de ser transportada por duas pessoas ou mesmo por uma só (para facilitar ainda mais basta dividi-la entre as mochilas). Para uma pessoa ela pode ser um pouco pesada, se bem que retirando alguns dos espeques ela se torna mais leve, podendo chegar a uns 2.1 ou 2.2Kg – claro que esta questão de peso é bem pessoal, para alguém que acampava sozinho com uma barraca de 3Kg ou mais a Everest será leve… Não tivemos a oportunidade de testa-la debaixo de chuva para checar a impermeabilidade do tecido, infelizmente – porém a coluna d’água indicada pelo importador é de 2000mm.

barraca everest

Inner Tent da barraca
Detalhe que mostra o quarto (inner tent) da Everest 1 e a vareta fontal

A Everest 1 possui duas varetas de armação de fibra de vidro soft, o que eleva o peso dela mas melhora a condensação que acontece na frente por que o sobreteto neste formato de bico de pato costuma encostar no quarto (ou inner tent, como alguns chamam). A vareta extra que fica na frente da Everest melhora este aspecto bastante, bem como facilita o ajuste do sobreteto, mas agrega peso ao conjunto final. Por falar em ajustes do sobreteto, ele se mostra bem simples de ser ajustado na Everest 1. Um dos motivos para isso é essa vareta extra na frente e o maior número de pontos de especagem que a Everest tem. Aliás a montagem do sobreteto é mais fácil se começar pela frente! Basta alinhar a costura superior com a vareta principal e logo depois especar a frente do sobreteto, feito isso a especagem da parte de trás se torna mais simples e precisa.

everest tamanho da barraca fechada
Detalhe que mostra a comparação do tamanho da Everest 1 com uma garrafa de 2l. de refrigerante.

Everest 1 aberta
Barraca aberta, mostrando espeques de aço, tirantes (cordinhas), varetas, sobreteto e quarto

Na parte da frente a Everest tem uma “aba” onde temos alças para fixação de tirantes. Essa “aba” permite especar os tirantes mais na frente da barraca e assim expor uma pequena área telada que serve como ventilação frontal, além dessa função ela ajuda ainda mais a evitar que o sobreteto toque na parte interna da barraca nesta região.


Detalhe da ventilação frontal escondida sob uma “aba” que pode ser esticada com tirantes

A barraca apresenta duas portas teladas com zíperes duplos. Uma questão que agrada a quem acampa por aí é a possibilidade de colocar cadeados nos zíperes – na Everest 1 isso é possível. O piso da barraca é simples, como o encontrado na maioria das barracas normais de camping. Uma curiosidade está no acabamento dos bolsos internos do quarto, eles não estão costurados na lateral do quarto como vemos normalmente nas barracas – eles ficam costurados em uma faixa de tecido afastada do quarto, o que gera uma aparência estranha. No vídeo vocês verão melhor este ponto.

Na questão do acabamento a Everest perde alguns pontos. A ventilação superior traseira não possui um modo para ficar aberta constantemente, podendo fechar com o vento. Para que ela fique aberta em uma situação de vento forte é preciso usar um tirante (cordinha), as presilhas plásticas que fazem a função de regulagem dos espeques frontais e traseiros tem as fitas curtas e o tecido do sobreteto poderia ser nylon ripstop.


Foto que mostra em detalhes a ventilação traseira da Everest e o fato de que ela não ficaria aberta se não estivesse presa a um tirante e espeque.

Os avanços, um de cada lado da Everest 1, permitem um bom espaço para botas sujas ou outros objetos. Um detalhe que não existe na Everest 1 são as saias, um prolongamento do sobreteto que existe em um modelo de outra marca com desenho semelhante. Temos uma vantagem e uma desvantagem nisso: as saias costumam contribuir para aumentar a condensação dentro da barraca, mas em situação de vento elas acabam ajudando na estabilidade da barraca pois podem ser presas com pedras e assim evitam a entrada do vento por baixo do sobreteto – o que acontece em áreas descampadas onde não costuma existir proteção para evitar que o vento entre por baixo e acabe erguendo a barraca (estamos falando de ventos bem fortes, é claro).

A Everest também não é autoportante, ou seja, ela não fica de pé se não estiver especada.

Medidas:

* Comprimento: 2,60m
* Largura: 1,40m
* Altura: 1,00m

Vídeo Review da Barraca Everest 1 da Guepardo

Conclusão

A Everest tem vantagem e desvantagens, assim como muitos produtos tem. Relacionando de forma simples posso apontar o seguinte:

Vantagens: fácil ajuste do sobreteto, duas varetas, um bom número de pontos de especagem o que aumenta a resistência ao vento (aliado ao formato aerodinâmico), mais barata e zíperes das portas com a possibilidade de uso de cadeados.

Desvantagens: acabamento simples, piso não tão forte e ela é relativamente pesada (as varetas poderiam ser de alumínio aeronáutico, o que adicionaria resistência, reduziria peso mas também aumentaria o preço).

Eu acredito que a Everest pode ser uma boa barraca para um usuário iniciante, que busca algo diferente e não muito caro, para uso em campings normais e em situações de camping selvagem desde que o ambiente não seja extremo. A estrutura de fixação garante uma ótima estabilidade contra ventos mais fortes, infelizmente não tivemos como testar a resistência à chuva da Everest 1 – esse seria um ponto importante na minha visão.

Avaliação da Barraca Everest 1

Produto: Barraca Everest 1
Uso: campings em geral, 3 estações (não suporta neve).
Importador: Guepardo
Site da marca no Brasil: http://www.guepardo.net

Ponto positivos: fácil ajuste do sobreteto, duas varetas, um bom número de pontos de espacagem (mais resistência a ventos) e zíperes das portas com a possibilidade de uso de cadeados.

Pontos negativos: acabamento, piso, o sobreteto poderia ser em nylon ripstop e peso (as varetas poderiam ser de alumínio aeronáutico).

Perfil de usuário: pessoas que procuram uma barraca de baixo custo para campings estruturados ou selvagens desde que seja não em ambientes extremos.

Comentários e Extras

Esse modelo pode melhorar bastante em alguns materiais e também no acabamento, claro que essas melhorias iriam elevar um pouco o preço, mas isso teria benefícios do ponto de vista técnico.

Para comprar a barraca Everest 1:

Trekker, montanhista, mochileiro e ciclista. Pratica esportes outdoor desde 1990. Apaixonado por equipamentos, fotografia, viagens, cerveja e tecnologia.

You may also like

2 Comments

  1. Uma dúvida apenas, como ela não é auto sustentável, não tem como monta-la sobre uma rocha ou uma varanda, por exemplo?

    1. Até tem, esticando os pontos onde ela ficaria e amarrando-os em pedras ou objetos pesados por perto, forçando a barraca a ficar de pé, mas nem de longe é a mesma solidez do que se ela estivesse especada! Não resistiria ao vento forte por exemplo… Abraços.

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *